Governo libera 66,57% mais para emendas parlamentares.